Digite abaixo o que procura:

dicas-para-montar-sua-propria-confeccao

Dicas para montar a sua própria confecção

Montar a sua própria confecção é o sonho de muita gente. Afinal, quem não quer ter sua própria fonte de renda, sem depender do chefe e de se submeter a regras rígidas? No Brasil, o empreendedorismo vem sendo almejado cada vez mais, as pessoas buscam qualificação e decidem abrir um negócio sozinhas. São vários os setores de investimento que têm dado certo no país e um deles é setor do vestuário.

Quem pretende abrir um negócio nessa área pode começar por uma pequena confecção de roupas. Com algumas dicas simples é possível montar um empreendimento dentro das leis e dos padrões e que ainda pode gerar bastante lucro.

1. Pesquisa de Mercado

Antes de tudo faça uma boa pesquisa de mercado no local em que pretende abrir uma confecção, pois de nada adianta abrir um negócio onde os consumidores não têm necessidade. Essa ferramenta é fundamental para orientar o empreendedor. O documento é uma fonte importante de informação e dados sobre clientes e fornecedores, dando uma visão bem ampla do negócio e possibilitando que os erros ao abrir o empreendimento sejam reduzidos.

Para aprender a fazer uma pesquisa de mercado efetiva, consulte a página do SEBRAE: clique aqui.

2. Exigências legais e específicas

Após definir o local, procure se informar a respeito dos quesitos legais para abrir um negócio. É preciso fazer o registro de sua empresa e  solicitar um alvará de funcionamento junto à prefeitura. Com essa autorização a sua confecção poderá  funcionar legalmente.

É importante buscar ajuda de um contador, pois este profissional já está acostumado com os tramites e você não terá nenhuma dor de cabeça com a papelada e as idas e vindas á prefeitura.

3. Equipamentos e Mão de obra

Depois de obter o alvará, começam as questões práticas da empresa. Compre máquinas de costura de qualidade e saiba escolher seus funcionários de acordo com suas habilidades. Este investimento pode ficar um pouco caro no início, porém é melhor optar por qualidade no começo do que ter prejuízos no futuro.

4. Matéria Prima e Mercadoria

Não se esqueça de comprar também os tecidos, os fios, agulhas e todos os materiais que serão usados na confecção das peças. Não se esqueça das etiquetas para roupas, existem vários motivos para usá-las!

É importante que seu negócio tenha uma assinatura e cumpra com as normas de regulamentação têxtil para que não seja multado. Além disso, as etiquetas para roupas serão um investimento duplo, pois ainda funcionarão como uma forma de propaganda dos seus produtos.

Por fim, ofereça às lojas para ir, aos poucos, fidelizando os seus clientes. Conforme apareçam interessados nos seus produtos as suas encomendas tendem a crescer.

Tente equilibrar a gestão de estoque, para que seja compatível com a demanda do mercado. Assim, você evita o acúmulo de peças e o investimento parado.

Conclusão

Agora que você já recebeu algumas dicas para montar sua própria confecção, saiba que o assunto ainda é muito vasto e vale a pena estudar um pouco mais sobre o setor antes de empreender. Nós recomendamos o guia do SEBRAE de como montar um serviço de confecção.

Estas dicas lhe foram úteis? Conta pra gente o que achou do conteúdo aqui embaixo nos comentários!

Comente esse post