Digite abaixo o que procura:

Passo a passo de como montar uma confecção de roupas!

Passo a passo de como montar uma confecção de roupas!

Produção, estoque e venda: essas são algumas etapas que envolvem o trabalho dentro do segmento têxtil. Muitas pessoas tem o desejo de montar uma confecção de roupas, porém não sabem por onde iniciar. A indústria da moda é muito vasta, difundida e oferece várias formas de empreender.

Atualmente, existem 3,6 milhões de empresas têxtis ativas no Brasil e, no mundo, esse é um segmento que gera quase 4 milhões ao ano. Porém, é necessário um planejamento bem alinhado para que a sua confecção seja lucrativa e sustentável. Então, saiba como definir e começar o seu próprio negócio! 

Conheça os tipos de confecção de roupas!

Antes de qualquer coisa: defina o modelo de negócio em confecção que você pretende em empreender. Isso vai dizer muito sobre o seu planejamento, os seus métodos de trabalho e, principalmente, o investimento necessário. 

Aqui, podemos citar três tipos de empreendimento em confecção pelos quais você pode optar. Confira:   

Confecção própria

Esse modelo existe uma marca, com modelagem, linha de produção e ponto de venda próprios. O investimento costuma ser mais alto porque é necessário comprar materiais, maquinários, contratar profissionais, como designers e costureiras, entre outros afazeres. Mas, essa é uma opção que permite maior liberdade criativa e que, também, a projeção e retorno de investimento podem ser maiores a longo prazo.  

Confecção por encomenda

Nessa outra opção você vai trabalhar de forma terceirizada, encomendando confecções de outras marcas e revendendo. Ou seja, os clientes solicitam determinadas tipos de peças e já definem um prazo para a entrega da encomenda. Nesse caso você apenas garimpa, intermediando as compras.  

Revenda de produtos terceirizados

A terceira opção você também atua de forma terceirizada, mas, geralmente, o empreendedor possui um ponto de vendas. Porém, ao invés das confecções serem próprias, elas são de outras marcas fornecedoras. Essa opção possui um custo menor de investimento. Mas, também, não permite inovar, nem ser criativo como em algo próprio.

Conheça mais sobre os tipos de confecção, suas vantagens e descubra ainda: na indústria da moda, é melhor confeccionar ou revender?

Passo a passo de como montar uma confecção de roupas!

Definiu o seu modelo de confecção? Então, siga esse passo a passo para começar o seu negócio com maior assertividade e o menor risco possível! 

1. Tenha uma reserva financeira

Jamais invista todo o seu dinheiro na abertura de um negócio! Como o retorno não é direto e esse tipo de empreendimento requer investimentos altos, o certo é contar com uma reserva para suprir os gastos.  

2. Defina o nicho

Confecção, mas confecção para quem? O nicho ajuda a segmentar o seu negócio, afinal, quer abraçar o mundo é um grande erro de quem está começando. O seu nicho pode ser: moda feminina, moda infantil, moda evangélica, moda praia, moda sustentável, confecção de festa, confecção casual, etc.  

3. Realize uma pesquisa de mercado

Após nichar, saiba aonde está pisando. Pesquise qual é a expressividade desse nicho, quais os seus concorrentes diretos e indiretos, a rentabilidade, o necessário para produção e as tendências. 

4. Aja na legalidade  

Resolveu abrir a confecção? Então, vá ao setor tributário da prefeitura da sua cidade, abra um CNPJ e solicite o alvará para funcionamento (caso necessite de ponto de vendas). A legalidade ajuda na emissão de notas fiscais, essenciais para compra e revenda.  

5. Lugar e funcionários

Escolha um lugar aonde os clientes te encontrem e que caiba estoque de peças e tecidos (se for fabricar). Nesse caso, deve ser um pavilhão ou peça grande, pra que caiba funcionários e maquinários.  

Adote etiquetas bordadas na sua confecção de roupas!

Dica bônus: invista em etiquetas de qualidade! O acessório têxtil é fundamental para profissionalizar a sua confecção, trazendo as informações necessárias sobre cada uma das peças.  

A etiquetagem é uma exigência do INMETRO e está prevista em sua cartilha para o consumidor. Vai começar o seu negócio? Então, entre em contato com a Sansil.  

Comente esse post