Digite abaixo o que procura:

Conheça as 4 principais orientações informadas pelas etiquetas!

Conheça as 4 principais orientações informadas pelas etiquetas!

As etiquetas, muitas vezes, são vistas como um mero detalhe de confecção. Porém, é nesse pequeno artigo têxtil que o consumidor consegue obter informações e orientações sobre a peça que está consumindo. A verdade é que muitas pessoas cortam as etiquetas. Entretanto, elas são fundamentais e obrigatórias em qualquer vestimenta, funcionando como um verdadeiro RG da roupa. Saiba que orientações são essas!  

A importância das etiquetas!

Esse pequeno artigo têxtil que, além de criar e divulgar a marca do produtor através de uma identidade visual, também serve para evidenciar os direitos do consumidor. É através dessas informações que o cliente sabe mais sobre a confecção e como manter a durabilidade do produto. 

Ali estará especificado se a peça é puro tecido ou quanto de cada material têm na confecção. Além disso, os símbolos de cuidados com a roupa evitam que ela manche e se degrade rapidamente, ensinando assim o consumidor de como conservar as peças!   

Etiquetas nas peças é lei!

Peças com etiquetagem é uma norma obrigatória e não apenas uma escolha do fabricante. No Brasil, o Código de Defesa ao Consumidor – CDC – elaborou uma cartilha de orientação ao consumidor exigindo que a etiqueta tenha:  

“…informações corretas, claras, precisas, ostensivas e em língua portuguesa sobre suas características, qualidades, composição, preço, garantia, prazos de validade e origem, entre outros dados”. Por isso, a etiqueta deve fornecer:  

  • CNPJ da empresa; 
  • Composição; 
  • Nacionalidade; 
  • Nome da empresa; 
  • Processo de lavagem; 
  • Tamanho. 

Existe uma fiscalização pré-estabelecida para etiquetagem. Caso alguma irregularidade seja constatada, os fabricantes são autuados pelo IPEM. A empresa possui 10 dias úteis para apresentar a defesa. Caso contrário, podem pagar uma multa entre R$ 50 à R$ 100 mil.  

4 orientações informadas pelas etiquetas!

Além da origem de confecção da peça, as informações de lavagem e manuseio também podem ser encontradas na etiqueta. O consumidor tem acesso a orientações de como se passa, lava e seca a peça – e se é possível utilizar alvejante. Saiba interpretar os símbolos de etiquetagem:  

1. Passar a ferro

O símbolo trazido é o próprio ferro. O objeto com um ponto dentro orienta a passar a peça em temperatura baixa de no máximo 110°C. Com dois pontos, indica temperatura média – 150°C – e com três pontos, alta de no máximo 200°C. O ferro com X proíbe a passagem de roupa para não danificar a peça.  

2. Lavagem

Essa etapa é simbolizada com um recipiente com água, intitulada tina. Diz tanto respeito à lavagem, quanto sobre a centrifugação:  

  • Recipiente normal – Peça pode ir na máquina;
  • Recipiente com X – Proibido uso de máquina; 
  • Recipiente com risco em baixo – Centrifugação deve ser no modo suave; 
  • Recipiente com dois riscos em baixo – Centrifugação no modo muito suave; 
  • Recipiente com mão – Lavagem manual; 
  • Recipiente com um ponto ou 30°C – Lavagem com temperatura máxima de 30°C.  

3. Secagem

O símbolo trazido é um quadrado, simbolizando a secadora. Podem aparecer orientações sobre a temperatura e sobre local de secagem. Veja:  

  • Quadrado com círculo – Pode ir na secadora;
  • Um ponto dentro – Secadora com temperatura mínima; 
  • Dois pontos dentro – Secadora com temperatura média; 
  • Três pontos dentro – Secadora com temperatura máxima; 
  • Quadrado com X – Proibido usar secadora;  
  • Quadrado com três riscos verticais – Secagem em varal (sem torcer); 
  • Quadrado com risco horizontal – Secagem em superfície plana (sem torcer);  
  • Quadrado com traço diagonal na ponta superior – Secagem na sombra.  

4. Alvejante

Nas etiquetas, o alvejante é simbolizado por um triângulo. Triângulo em branco permite o uso do produto. Com traços na diagonal recomenda apenas branqueadores sem cloro. Triângulo com X proíbe o uso de alvejante.  

As etiquetas são o manual das roupas!

A durabilidade das roupas está associada com esse passo a passo. Seguindo as recomendações é possível não só conservar aquela peça adorada como economizar também dinheiro. Peças com fibras ressecadas e endurecidas provavelmente não foram lavadas e passadas corretamente.  Aquelas que se encontram manchadas, podem ter utilizado alvejante errado e secado indevidamente. Leia com atenção! Para saber mais sobre as etiquetas, entre em contato com a Sansil

Comente esse post