Digite abaixo o que procura:

Slow Fashion: Conheça essa tendência da moda sustentável!

Slow Fashion: Conheça essa tendência da moda sustentável!

Na contramão da Fast Fashion, a Slow Fashion – traduzida para “moda devagar”- ressignificou o consumo de roupas, sapatos e acessórios. O conceito surgiu nos anos 2000, na Itália, como grande aliada da moda sustentável e uma ferramenta para um consumo consciente. 

A sustentabilidade oferece um conjunto de processos de produção menos prejudiciais para o planeta. Atualmente, a Slow Fashion é uma das principais tendências no objetivo de aumentar durabilidade de peças e preservar os recursos naturais. Conheça mais sobre essa tendência da moda sustentável!

A moda sustentável está em alta!

A moda sustentável não é apenas “modismo” têxtil. Em busca de responsabilidade e qualidade, o consumo consciente ganhou muitos adeptos – especialmente na pandemia. A Slow Fashion está acompanhando o novo estilo de vida dos consumidores, cada vez mais exigentes.  

O modelo tradicional de confecção de roupas está ficando ultrapassado. Atualmente, a Fast Fashion é responsável por estimular a mão de obra escrava, emitir 400% mais carbono que outras produções – fora corantes, agrotóxicos, fertilizantes etc – e ainda desperdiçar cerca de 30% das roupas produzidas.  

Diferenças entre Slow Fashion x Fast Fashion

As duas vertentes de consumo são extremamente opostas. A Slow surgiu justamente como alternativa às falhas e danos acometidos pela Fast Fashion. É possível verificar muitas diferenças:  

Produção

Enquanto a Fast Fashion confecciona roupas com apelo visual, em grande escala e com uma qualidade inferior, a Slow valoriza todo o processo, diminuindo para baixa e média a produção. Dessa forma, as roupas se tornam também mais exclusivas.  

Durabilidade

Os produtos da “moda devagar” são feitos para durarem – justamente para evitar o descarte precoce de roupas. Enquanto isso, a produção Fast utiliza produtos baratos e inferiores que rapidamente são descartados, iniciando um novo ciclo. 

Origem

Atendendo clientes exigentes e um mercado sustentável, a Slow Fashion tem compromisso quanto à origem de sua matéria prima. Essa nunca foi uma preocupação da Fast Fashion, que sempre omitiu informações por trás das grandes marcas.  

Tempo

A Fast Fashion incentiva o consumo exagerado através das trocas de coleções e tendências. Dentro de seis meses as roupas confeccionadas costumam não ter a mesma valia no mercado. Entretanto, a Slow trabalha em um conceito de peças atemporais, que podem ser utilizadas ao longo de tempo e em diferentes situações.  

Localização

A Fast Fashion atende diferentes países, em mercado globalizado, enquanto a Slow Fashion dá visibilidade para produção e trabalhadores locais.   

Social

Enquanto a Fast Fashion está comumente vinculada a trabalho escravo e poluição do meio ambiente, a Slow levanta bandeiras que vão além do trabalho legalizado, como inclusão, preservação e relacionamentos.  

Relações

O relacionamento com seu consumidor através de responsabilidade social é uma marca da Slow Fashion. Roupas que contêm história, assim como experiências sensoriais (cheiros e texturas), são um diferencial.  

Como aderir a Slow Fashion?

O conceito sustentável e social é interessante e abrangente. Porém, como é possível incluir essa tendência em nosso dia a dia? Pequenos hábitos podem ajudar:   

  • Pesquise: existem muitas empresas adeptas a “moda devagar” atualmente. Procure na internet e com certeza encontrará uma em sua região atendendo seu estilo de compra.
  • Brechós: a compra em brechós defende uma das bases da Slow: a reutilização de peças. Consuma peças de segunda mão e evite o desperdício.   
  • Tecidos sustentáveis: existem matérias primas mais limpas que outras. O linho, o cânhamo e o algodão orgânico são ótimas opções tecidos sustentáveis. Evite usar poliéster e fibras plásticas. 
  • Recicle: a reciclagem por retalhos é uma das possibilidades Slow Fashion. Antes da compra, revise o seu guarda-roupa e arrume o que for possível!  

Etiquetas são manuais!

Agora, quer saber algo em comum entre Slow e Fast Fashion? As etiquetas! Todas as confecções precisam ter esse importante artigo têxtil para informar o consumidor e aumentar a durabilidade da vestimenta. Leia sempre com atenção e entre em contato com a Sansil para adquirir as suas!  

 

Comente esse post