Digite abaixo o que procura:

Não remova as etiquetas das suas roupas!

Não remova as etiquetas das suas roupas!

Cortar ou arrancar as etiquetas logo após a compra de uma roupa é um hábito muito comum. Entretanto, esse também é um grande erro cometido pela maioria dos consumidores. Sabemos que, em alguns casos, a etiquetagem pode pinicar a pele e arranhar. Mas, cortando o adereço, a probabilidade da peça ser danificada é muito grande.  

A ação da tesoura junto da peça, desfia e pode abrir a costuraAlém disso, a etiquetagem traz consigo várias informações muito pertinentes sobre os cuidados com o vestuário. Essas informações, na maioria das vezes, são ignoradas. Por isso, saiba mais a importância da etiqueta e como contornar situações onde elas possam gerar incômodos 

Qual a importância das etiquetas?

Sabemos que a etiqueta faz parte do marketing visual de uma marca, propagando uma identidade própria e também o conceito pregado por ela. Porém, a sua real importância vai além. A etiqueta é um adereço exigido em qualquer confecção têxtil brasileira pelo Código de Defesa ao Consumidor.  

É através dela que as informações sobre o produto são repassadas ao cliente. Isso abrange, inclusive, maneiras de lavar e armazenar a roupa. É importante lembrar que existem vários tipos de tecidos, estampagens, tingimentos e finalidades para uma confecção. Por isso, nem toda regra deve ser aplicada a todos os materiais. Confira os benefícios da etiqueta com detalhes:  

Instruções de lavagem e secagem

A principal função da etiqueta é instruir quanto à lavagem e secagem da peça para que a qualidade do produto seja mantidaExistem peças que podem secar ao sol, outras na sombra. Algumas podem ser secas horizontalmente, enquanto outros modelos, verticalmente. 

Produtos que podem ser utilizados

Essas informações específicas também são trazidas em determinados tipos de roupas. Além disso, a etiqueta costuma informar se alvejantes e ferro de passar podem serem utilizados, instruindo também sobre a forma correta do uso.   

Informações da peça

Algumas pessoas são alérgicas ou apresentam resistência a certos materiais. É através da etiqueta que o consumidor tem conhecimento sobre os tecidos que ele está utilizando. Além do mais, os dados de fabricação e tamanho também são encontrados no adereço.  

Conservação da roupa

Quando essas dicas não são seguidas, facilmente uma peça perde a sua qualidade. Assim, a sua vida útil irá durar bem menos que o previsto pela marca, o que impacta também no investimento do consumidor. Em breve, ele precisará investir em roupas novamente. Por isso, busque conservar suas peças com os cuidados adequados!

Consumo consciente

Como percebido, cada roupa possui um ciclo de vida. Ao seguir as instruções da etiqueta, desgastes desnecessários são evitados e é possível adotar um consumo mais sustentável.  

A etiqueta traz consigo vários símbolos, representando a máquina de lavar, o ferro de passar, o alvejante e a secadora. Por isso, todas as orientações são de fácil entendimento para o consumidor, contendo também texto adicional.  

Como minimizar os incômodos causados pelas etiquetas?

Está bem claro a importância das etiquetas para a peça e para o nosso próprio consumo. Porém, ainda assim, é inegável que algumas etiquetas realmente podem pinicar, podendo até causar alergias ou machucados.  

Porém, é possível contornar essa situação. Anote:

  • Costure a etiqueta rente à roupa, evitando que ela fique solta.  
  • Colar também é uma alternativa para evitar pontos de linha.
  • Deixe a etiqueta menor, cortando só as bordas e as costurando depois (para preservar a peça).  
  • Não tem muito que fazer? Corte tudo com cuidado! Mas, antes, certifique-se de ter lido todas as instruções necessárias para os cuidados da vestimenta. 

Não deixe de cuidar das suas peças!

As etiquetas são um verdadeiro código visual para a instrução do consumidor. É fundamental que a sua importância seja levada em consideração. Quer conhecer mais sobre esse universo têxtil? Descubra diferentes tipos de etiquetagens e acabamentos entrando em contato com a Sansil!  

Comente esse post