Digite abaixo o que procura:

Localização, infraestrutura, etiquetas para roupas: saiba do que você precisa para abrir uma confecção | Sansil Etiquetas Bordadas

Localização, infraestrutura, etiquetas para roupas: saiba do que você precisa para abrir uma confecção

Uma confecção é uma fábrica de roupas, que pode ser de grande ou pequena escala. Etiquetas para roupas são importantes para identificar sua marca, mas é preciso planejar inicialmente a atuação do seu negócio. Existem duas formas de trabalhar com uma confecção: por encomenda e com criação própria. Por encomenda é preciso aguardar que clientes solicitem pedidos, a partir disso, você fornece o modelo e o entrega no prazo estipulado. Nesse modelo de confecção os clientes são empresas, lojas, estilistas, entre outros. Na segunda opção, a marca irá criar suas peças e vender para as lojas e boutiques, o que pode ser mais lucrativo.

O que é necessário para abrir e/ou registrar um negócio? Com quais burocracias devo me preocupar? Quais registros e documentos devem ser obtidos? Muitas são as dúvidas que surgem quando a ideia é abrir uma empresa ou uma microempresa. Para que seu negócio dê certo, é necessário tempo, planejamento e, em muitos casos, o auxílio de profissionais de administração de empresas e contadores. Nesse artigo você encontra algumas respostas!

Plano de negócios

O Plano de Negócios é um planejamento que é feito para avaliar a viabilidade do seu negócio. Nele estão os investimentos financeiros, infraestrutura, capital humano, produção, logística, entre outros itens. O plano de negócios deve ser como um mapa que de orientação. Entre alguns fatores do plano de negócios, podemos destacar:

  • Investimento inicial: Dependendo do porte da empresa que se deseja montar, o investimento pode ser alto. Se for uma confecção de pequeno porte, em casa mesmo, o gasto é pequeno. Os custos envolvem apenas mão de obra, que pode ser do próprio dono ou dona da empresa, uma máquina de costura, tecido e acessórios como linhas, botões e fechos para criar as peças. Caso escolha montar uma confecção de médio ou grande porte, o investimento inicial pode ser bastante alto. Isso porque é preciso investir em máquinas de costura que durem mais e são mais adequadas para longas horas de trabalho em dias seguidos. É preciso ainda investir em mesas para corte de tecido e materiais em grande quantidade (como tecido, agulha, linha, botões e outros acessórios), além da mão de obra.
  • Localização: Onde será a sede da empresa? É importante lembrar que em alguns tipos de negócios, a localização é um dos pontos principais para o sucesso. Então pense bem quando for escolher o local que irá montar seu empreendimento.
    Infraestrutura/Investimentos: Qual a infraestrutura sua empresa precisará? Considere: maquinário, montagem industrial, tecnologia da informação, reformas e adaptações imobiliárias, veículos, telecomunicação, entre outros itens.
  • Marketing: É importante definir um conceito para sua confecção, um “estilo”. Qual é o seu produto? Qual sua política de preços? Onde irá vender ou distribuir seu produto? As etiquetas para roupas podem funcionar muito bem como uma publicidade simples e barata. Se as etiquetas das roupas de sua confecção já trouxerem um pouco do que a sua marca se propõe, isso já funciona perfeitamente em nível de marketing, pois estará presente em vários locais e sendo utilizado por várias pessoas.

Registro da empresa

Esta é a parte burocrática e os passos que deverão ser seguidos irá depender bastante do tipo de negócio, região do país, entre outros fatores. Geralmente a sequência é essa:

  • Junta Comercial: Na Junta Comercial do seu estado será feita a abertura da empresa. Para isso é necessário o contrato social ou o requerimento de Empresário Individual, além de documentos pessoais. Aqui também será definido o nome da empresa.
  • CNPJ: Depois disso é necessário obter o CNPJ no Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas da Receita Federal. Este processo é feito exclusivamente pela internet no site da Receita e tem por finalidade cadastrar sua empresa como contribuinte com os impostos, taxas e obrigações fiscais.
  • Alvará de funcionamento: O alvará de funcionamento é obtido na prefeitura da sua cidade. Para liberar o alvará, é necessária a aprovação do endereço solicitado e ainda os laudos de órgãos de vistoria, quando necessário.
  • Previdência Social e outros aparatos fiscais: Por fim é necessário cadastrar na Previdência Social, mesmo que sua empresa não tenha funcionários. É necessária ainda a emissão de autorização de impressão de notas fiscais, quando aplicável.

Todo esse processo não é simples, requer planejamento, tempo e todas as etapas devem ser seguidas corretamente. O ideal é procurar um profissional ou uma empresa especializada para auxiliá-lo no processo.

Para obter informações mais detalhadas, consulte o Sebrae.

Etiquetas para roupas falam pelo seu negócio

Mesmo que você tenha uma pequena ou uma grande empresa, etiquetas das roupas representam seu negócio enquanto seus produtos existirem. Elas apresentam seu nome para seus possíveis compradores e fazem publicidade a longo prazo para as suas linhas de roupas.

Uma vez pensadas e confeccionadas, nada melhor do que incrementar suas peças com personalidade e algo que as diferencie das demais. Além disso, uma vez usadas, as etiquetas personalizadas irão representá-lo como criador. Elas são um excelente lembrete para manter a sua empresa na mente das pessoas para compras futuras.

Entretanto, a escolha da etiqueta certa é de grande importância para a sua confecção. Embora seja um item pequeno, ela diz muito sobre sua marca e seus padrões de qualidade para seus clientes. É importante lembrar, contudo, que nem todas as etiquetas para roupas são criadas da mesma forma. Existe uma variedade de tecidos e acabamentos, então, antes de fazer sua escolha, é necessário que você entenda quantas opções existem e opte pelo que melhor representa o seu negócio.

Tipos de etiquetas

Existem duas categorias básicas de etiquetas: bordadas e impressas. As etiquetas impressas podem ser feitas de materiais como: cetim, acetato, poliéster, nylon e sarja de algodão. As etiquetas impressas estão disponíveis em vários tamanhos, cores e opções de impressão. A preocupação que se deve ter é procurar fazê-la em uma tinta permanente, para que dure mesmo com várias lavagens da peça e que sobreviva ao desgaste natural. A maior vantagem das etiquetas impressas é que podem ser mais econômicas, pois não é necessário produzir enormes quantidades por vez.

Já as etiquetas tecidas são normalmente feitas em tafetá, cetim e estão disponíveis em uma fonte quase ilimitada de tamanhos, cores e opções de impressão. A principal vantagem de etiquetas tecidas é que as informações bordadas não irão desaparecer durante os desgastes regulares e limpezas. Além disso, são mais confortáveis e não irritam a pele, como pode acontecer com as impressas. Por serem mais clássicas, muitas marcas optam por esse tipo de etiqueta.

Como é possível perceber, existe uma variedade de estilos de etiquetas. Você pode encontrá-las em cortes simples, mas também com acabamentos especiais e diferenciados. O estilo certo é aquele que melhor atender às suas necessidades e melhor combinar com o conceito da sua confecção. Uma vez decidida sobre qual a etiqueta certa para o seu vestuário, é importante que você encontre uma empresa séria para confeccioná-las. A empresa ideal estará pronta e será capaz de ajudá-lo a tomar as decisões difíceis sobre quais tecidos, design ou acabamento será melhor para o seu negócio.

Comente esse post