Digite abaixo o que procura:

Cartilha de Regulamentação Têxtil - Inmtro | Sansil Etiquetas Bordadas

Lançada cartilha de regulamentação das etiquetas das roupas

As etiquetas das roupas, apesar de parecerem apenas um item comum que vem agregado às peças, são na verdade, um assunto sério, regulamentado por lei. Em momento de recuperação da economia e aumento do consumo no Brasil, o governo tem se preocupado em regulamentar o comércio, a fim de proteger tanto o consumidor, quanto o dono do negócio.

Para isso, o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), órgão ligado ao Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), lançou uma cartilha sobre as normas técnicas de etiquetagem de vestuário, roupa de cama e de banho, aprovadas para o Mercosul, padronizando o sistema para os países da união aduaneira.

Dessa forma, o comprador recebe uma ajuda e tanto, já que nem sempre entendem o que vem escrito nas etiquetas. Contudo, tanto o fabricante, quanto o lojista são responsáveis e podem ser multados pelas etiquetas incorretas nos produtos têxteis. As multas referentes a etiquetas divergentes podem ser pesadas para o descumprimento das regras. O valor inicial é de R$ 100, para uma infração leve, mas dependendo do porte da empresa e da reincidência, pode chegar em até R$ 100 mil.

A recomendação dos especialistas é que os comerciantes procurem cada vez mais se informar, já que nem todos têm porte e condições para contratarem escritórios especializados. Outro caminho apontado é a filiação a uma entidade do setor, que sempre envia comunicados e toma posições sobre essas questões. Geralmente, os pequenos e médios varejistas que não têm acesso regular às exigências só tomam conhecimento de que descumpriram alguma lei quando o fiscal aparece no estabelecimento. Veja a cartilha de regulamentação do Inmetro ( Cartilha do Inmetro ).

Comente esse post