Digite abaixo o que procura:

9 dicas para preservar suas peças de couro!

9 dicas para preservar suas peças de couro!

Jaqueta, calça, bolsa e sapatos: O couro é uma peça coringa no roupeiro de homens e mulheres. São itens que nunca saem de moda por serem consideradas atemporais e clássicos. Com essas peças, os looks são compostos de personalidade, estilo e atitude. O couro legítimo oferece alta durabilidade, podendo manter-se intacto por décadas! Entretanto, não é por isso que ele deixa de ser delicado. Sem a devida preservação, ele pode ressecar, mofar, criar vincos e até mesmo descascar. Saiba como cuidar das suas peças!   

O que é um couro legítimo?

Visto como artigo de desejo e luxo, a indústria têxtil tenta imitar o couro autêntico utilizando outras matérias de confecção semelhantes. Um exemplo econômico é o corino. O couro autêntico é orgânico por provir da pele de animais, como boi e carneiro, e por isso é considerado uma matéria prima nobre de fibras naturais.  

Ele é confeccionado em curtume e passa por muitas etapas de fabricação. Assim, é mais resistente e permeável. Enquanto as opções sintéticas são inflamáveis, a peça legítima não rasga e nem queima, mas pode manchar. Por isso, é importante saber diferenciar as peças. Veja como:  

  • A superfície do produto legítimo é irregular e única;
  • Na etiqueta, precisa estar escrito “100% couro”, “genuíno/legítimo” ou “feito com produtos animais”;
  • Teste a resistência colocando em seu próprio corpo. 

9 dicas para preservar as suas peças de couro

Muitas pessoas usam o couro de forma incorreta, sem saber dos cuidados básicos. Por ser orgânico, ele exige um tratamento diferenciado para garantir sua preservação. Porém, com essas dicas, é possível aumentar a durabilidade e vida útil da sua roupa ou acessório. Confira! 

1. Não lave sua peça de couro na máquina

Evite manchar a sua peça! Existem produtos especiais feitos propriamente para a higienização do couro. Caso você não tenha, prefira limpar a peça com um pano úmido.  

2. Cuidado com o calor

Sol e contato com o ferro ressecam a peça e alteram a cor natural. Por isso, não deixe o couro secando ao sol.  

3. Hidrate a peça de couro

Evite rachaduras e ressecamentos hidratando a peça pelo menos três vezes ao ano. Use um hidrante de pele de boa qualidade e sem cheiro. Depois, passe o produto delicadamente com um pano limpo, deixando secar naturalmente.  

4. Armazene em locais arejado

Evite guardar o couro em sacos plásticos. Esse material precisa respirar para evitar mofo e bolores. Deixe-o guardado em um local arejado e longe do sol.  

5. Opte por cabides 

O cabide deixa a peça bem esticada, evitando que amasse. Além disso, pode ficar em locais arejados e com sombra.   

6. Ferro em último caso

Alguns vincos podem ser retirados com ferro. Porém, em último caso. O calor não pode ter contato direto com a peça, se não ela danifica. Por isso, passe o ferro por cima de um pano grosso. 

7. Não guarde sua peça de couro molhada!

Pegou chuva? Jamais guarde a peça molhada. Seque o couro com um pano e deixe em local arejado.  

8. Tire bolor com vinagre 

Se o seu couro embolorar ou bofar, passe vinagre branco com o auxílio de um pano. O produto remover fungos e bactérias sem deixar cheiro.  

9. Conte com profissionais

Na dúvida, encaminhe a sua peça para uma lavanderia que, com certeza, saberá como cuidá-lo.  

A importância da etiqueta!

Dica bônus: leia sempre as etiquetas das suas peças de couro! Por último, porém não menos importante, é importante lembrar que é na etiqueta que estão todas as especificações da roupa e as recomendações de lavagem e secagem. Couro não é tudo igual. Por exemplo, existem peças que não permitem uso de produtos especiais. Além disso, é na etiqueta que estará escrito se o mesmo é realmente autêntico. Não ignore essas informações! 

Comente esse post